Moro autoriza atuação da Força Nacional no Pará

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou a atuação de agentes da Força Nacional no Pará por 90 dias. O prazo pode ser prorrogado.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta 5ª feira (7.mar.2019). Ela atende ao pedido feito em 2 de janeiro pelo governador do Estado, Helder Barbalho (MDB), que apresentou índices de criminalidade para justificar o pedido.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou a atuação de agentes da Força Nacional no Pará por 90 dias. O prazo pode ser prorrogado. A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta 5ª feira (7.mar.2019). Ela atende ao pedido feito em 2 de janeiro pelo governador do Estado, Helder Barbalho […] O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou a atuação de agentes da Força Nacional no Pará por 90 dias. O prazo pode ser prorrogado. A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta 5ª feira (7.mar.2019). Ela atende ao pedido feito em 2 de janeiro pelo governador do Estado, Helder Barbalho […]

A equipe da Força Nacional vai atuar na região metropolitana de Belém, em apoio no combate à criminalidade. O contingente obedecerá ao planejamento definido pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública) e contará com o apoio logístico do governo estadual.

O ministro Moro já falou sobre a possibilidade de transformar a Força Nacional em 1 grupo permanente, com contingente próprio e estrutura que dispense as convocações periódicas de militares, civis, agentes penitenciários e peritos para ações de suporte nos Estados.

De acordo com ele, o grupo preenche 1 vácuo na segurança pública brasileira e a adaptação para 1 corpo fixo seria uma questão de tempo e adequação de projeto.

Violência no Pará

De acordo com o Atlas da Violência 2018, divulgado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a taxa de homicídios do Pará no último dado disponível, de 2016, era de 50,8 por 100 mil habitantes.

O Estado foi o 4º no ranking nacional neste indicador, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte (53,2), Alagoas (54,2) e de Sergipe (64,7).

07/03/2019

(Visited 1 times, 1 visits today)